Ptala de Rosa
"? difícil dizer adeus, quando se quer ficar. ? difícil sorrir quando se quer chorar, mas difícil é ter que esquecer quando se quer amar."
Siga-nos no Twitter
 




 
 
 

O amor e a estrada

 
A estrada para a longevidade do amor tem que sempre haver algo em especial, algo novo, algo que nos prenda, nos surpreenda...

Compare o amor a uma estrada que liga dois lugares distantes. No início, tudo é novo, o asfalto, a paisagem, as cidades que margeiam a rodovia, e as pessoas que vamos encontrando pelo caminho.

Como tudo é novidade nas primeiras viagens, nós nos desligamos um pouco das responsabilidades e do bom senso e vamos apreciando a paisagem com aquele encantamento que quase nos cega, fazendo da viagem um roteiro até perigoso.

Depois de algumas viagens, começamos a conhecer um pouco melhor essa estrada e os buracos começam a aparecer no asfalto, o mato começa a crescer nas laterais.

O caminho começa a ficar mais ??automático? que prazeroso, afinal de contas, você faz aquele mesmo caminho todos os dias, já sabe de cada curva, cada placa, cada quilometro e parece que não existem mais novidades de um ponto ao outro.

A traição é comparada aos encantos de uma nova estrada que foi recapeada e tem algumas atrações diferentes, talvez uma cachoeira, um jardim, uma praia, mas no final dela, o mesmo e velho caminho nos espera.

Por isso, o amor deve ter milhares de atalhos, assim como as estradas, para que possamos fazer viagens diferentes a cada dia. Nada é pior que uma estrada mal cuidada e sem atrativos.

Outra coisa extremamente importante, tanto no amor, como na estrada, é a sinalização, bem clara, dos limites e regras que a viagem impõe. Ou seja, se você não coloca bem claro as suas regras, o respeito que você merece, e não descobre e nem respeita os mesmos limites da pessoa amada, está claro que a sua viagem não vai muito longe.

Nas estradas, quando você excede a velocidade limite, você fica sujeito a uma multa, seja pelo guarda ou pelo radar, ou até a um gravíssimo acidente que pode levar a morte.

No amor, o excesso de velocidade, o desrespeito aos limites de cada um, leva à separação, a dor, a angústia e até a morte.

Assim como a estrada que liga dois lugares distantes, o amor liga dois seres humanos, às vezes, tão opostos, tão diferentes que somente regras e placas bem definidas podem fazer com que a viagem tenha um final feliz.

Pegue a sua estrada, digo, o seu amor e coloque ainda hoje as placas novas de sinalização, crie atalhos, coloque umas plantas na beira do caminho, transforme o velho em novo e com certeza, até pedágio você poderá cobrar. O preço? Que tal um milhão de beijos apaixonados?

(Paulo Roberto Gaefke )
 
Veja tambm:
Pequeno tratado sobre a mortalidade do amor
O jeito deles
Amor eterno
Amor com liberdade
Para viver um grande amor
Certezas
O perfume do amor
 
2 comentrios para "O amor e a estrada"

13/03/2013  12:10:54
Enviado por Isabel
Simplesmente ameiiiiiiiiiiii.
Linda mensagem!!! Marcante...de grande significativa.
Parabéns ao autor da mensagem.

19/07/2012  18:08:40
Enviado por marco aurelio morini
muito lindo !!!!

Deixe seu comentrio
   
  * Obrigatório
Seu nome:*
E-mail:*
Cidade:*

Mensagem:*

caracteres:
  Captcha

   
   
 
Sobre o Portal Canais Acompanhe o Pétala de Rosa