Pťtala de Rosa
"√? doidice, para dar √† amada, invadir um jardim e roubar a mais bela flor? √? doidice, com saudade da amada, embora adulto, chorar feito crian√ßa? Pois saibam todos que esses homens s√£o os doidos mais normais que existem!"
In√°cio Dantas
Siga-nos no Twitter
 




 
 
 

Para viver um amor de verdade

 
Torne seu relacionamento mais profundo e apaixonado!

N√£o seria maravilhoso se todos os enamorados tivessem a receita do amor verdadeiro: aquele que dura, transforma, cura e proporciona alegria inestim√°vel? De acordo com Daphne Rose Kingma, autora do livro "Para viver um amor de verdade - Como tornar seu relacionamento mais profundo e apaixonado", Editora Sextante, o amor de verdade s√≥ floresce quando nos preparamos para isso e, uma vez que ele acontece, requer empenho cont√≠nuo para que a rela√ß√£o seja duradoura, feliz e atinja o seu objetivo sublime de nos tornar vers√Ķes melhores de n√≥s mesmos.

Preparado(a) para começar? Então conheça os ingredientes da receita do amor verdadeiro dada por Daphne, apelidada de "doutora do amor" nos Estados Unidos.

-Um relacionamento √© um processo, n√£o um destino. Come√ßa com um amor que prende nossa aten√ß√£o, acende a paix√£o e supera os in√ļmeros altos e baixos que lhe d√£o tempero e que, mesmo sem gostarmos ou esperarmos, formam e transformam as duas pessoas que o criaram. Por isso, celebre as mudan√ßas.

-Lembrar que ningu√©m √© perfeito o ajudar√° a aceitar a pessoa amada com suas imperfei√ß√Ķes, alimentar√° sua paci√™ncia e o far√° compreender que voc√™ n√£o √© o √ļnico a sofrer. Em um n√≠vel mais profundo, o estimular√° a conhecer as feridas do outro e descobrir como cuidar dele com carinho.

-Lembrar que todos têm problemas é um modo de se unir. Quando reconhece em seu coração e por meio de atos que o outro também sofre os efeitos do dia-a-dia, cria-se um vínculo diferente, percebendo que passam por tudo isso juntos.

-Um dos maiores erros que você pode cometer no amor é se tomar como base e presumir que seu parceiro é exatamente igual a você em termos de sensibilidade, hábitos, preferências, esperanças e expectativas. A consequência disso é que a maioria das pessoas faz ou dá o que gostaria de receber, em vez de se preocupar com o que a outra pessoa quer. Por isso, pergunte! Quanto mais você souber quem ele é, menos cometerá o erro de anulá-lo.

-Seu amado n√£o tem bola de cristal. Precisamos dizer ao outro o que queremos e pedir aquilo de que precisamos.

-Presumir que voc√™ sabe o que o outro est√° pensando, sentindo ou fazendo pode gerar m√°goas e criar uma barreira contra a intimidade. As suposi√ß√Ķes roubam nossa individualidade e liberdade de express√£o e afastam oportunidades, fazendo com que as pessoas se fechem ainda mais.

-Comunica√ß√£o. A verdadeira comunica√ß√£o √© uma revela√ß√£o, n√£o uma disputa. √? uma troca de sentimentos e informa√ß√Ķes que pode tornar os dois mais abertos a uma percep√ß√£o m√ļtua maior e um amor mais profundo. A comunica√ß√£o s√≥ se completa quando quatro elementos (falar, ouvir, responder e confirmar) est√£o presentes.

-Amar a si mesmo é se conhecer, se gostar, se valorizar e entender que o autoconhecimento é uma tarefa que dura a vida inteira. Significa que você dá a si mesmo pelo menos o mesmo valor que dá ao seu amado e sabe que ele tem tanta sorte no amor quanto você.

-Destacar as qualidades do seu amado e falar sobre eles com seus amigos e filhos ajudará você a manter seu amor sempre renovado e cheio de vida. Os elogios são o alimento verbal da alma. Ao celebrar o que é especial, você não só se tornará mais consciente do valor do outro, mas do seu também.

-Todo mundo gosta de surpresas, de coisas inesperadas, incomuns, do tesouro escondido, do coelho na cartola. Fazer o inesperado surte efeitos maravilhosos: dá a você a oportunidade de se divertir com sua própria imaginação e de usar sua criatividade, permite que seu parceiro se sinta especial e anima o relacionamento.

-Beije. Os beijos são o alimento do amor. Fazem com que nos sintamos... beijados. Escolhidos, desejados, poderosos, belos, sensuais, alegres, felizes, despreocupados, invencíveis, amados.

-D√™ mais presentes. N√£o espere pelas ocasi√Ķes especiais. Compre algo desnecess√°rio, bobo, emocionante, o presente que diz que voc√™ o ama e que o conhece a fundo.

-Ofere√ßa ajuda: mostre que voc√™ quer participar das obriga√ß√Ķes de seu parceiro simplesmente porque o ama.

-Aprenda a brigar de maneira construtiva. Uma briga pode ser considerada boa quando os dois lados sentem que aprenderam alguma coisa e que passaram a se conhecer melhor.

-Não aproveite as brigas para lavar a roupa suja. Você não deve trazer para a discussão assuntos que não são relativos a ela.

-O tempo desbota o amor, mas ele pode ser instantaneamente reavivado pela recordação do que era mágico no começo. O que quer que tenha ligado inicialmente era real e poderoso, mas é possível se esquecer disso com o tempo. Quando vocês se permitem reviver a antiga paixão, tornam o que os atraiu tão forte quanto o que está minando seu relacionamento agora.

-Quando nos divertimos, sentimos a alegria despreocupada de nossas almas. Ficamos livres do peso das obriga√ß√Ķes e das responsabilidades e temos uma sensa√ß√£o de prazer em rela√ß√£o a n√≥s mesmos. Brincar nos faz voltar ao tempo em que a vida era cheia de novidades e possibilidades, faz renascer a crian√ßa dentro de n√≥s - e precisamos fazer isso o m√°ximo poss√≠vel.

-Confiança gera confiança. Saber que você entrega sua vida, seu coração, seu corpo, seus talentos, seus filhos e seus bens materiais à pessoa amada faz com que ela se torna ainda mais digna desse sentimento. Por isso, quanto mais você confia, mais seguro se sente e mais capaz de amara se torna.

O relacionamento - duas pessoas que se unem para viver, trabalhar, brincar, rir, chorar, se alegrar e fazer amor - √© a forma que os seres humanos d√£o ao amor. Mas esse sentimento est√° al√©m de todas as defini√ß√Ķes e de qualquer an√°lise. O amor tem seus pr√≥prios caminhos.

Buscamos esse sentimento sem saber o que é, conscientes apenas de que o reconheceremos quando o encontrarmos - e esse é o verdadeiro mistério do amor... Viva-o!

Bibliografia - "Para viver um amor de verdade - Como tornar seu relacionamento mais profundo e apaixonado", de Daphne Rose Kingma, Editora Sextante.

Thaís Bronzo

 
Veja também:
A Din√Ęmica do Amor
O que faz você feliz?
O Amor Venceu
Um grande amor
Só falta você
Amar é sentir acima de tudo
Como Viver sem Você
 
Sobre o Portal Canais Acompanhe o Pétala de Rosa